"O ESPÍRITO E O CADÁVER"
(Espírito da Verdade - Alziro Zarur)

Conheceis a relação que existe entre o Espírito e o corpo quando este, num estado de repouso a que chamais sono, fraqueza, catalepsia, se encontra separado da inteligência que o anima. O ESPÍRITO RETOMA UMA LIBERDADE MOMENTÂNEA MAS RESTRITA, PERMANECENDO LIGADO AO CORPO, DO QUAL SE SEPAROU, POR UMA CADEIA ELÉTRICA, QUE É O LAÇO FLUÍDICO DO PERISPÍRITO, laço que o conduz ao invólucro material, logo que o ordenam as necessidades humanas. A MORTE REAL NÃO TEM DESPERTAR MATERIAL, POIS A VONTADE IMUTÁVEL DE DEUS JAMAIS FORÇA O ESPÍRITO A SE UNIR A PODRIDÃO. Dizemos “podridão” porque, uma vez quebrado o laço perispirítico, tem início o apodrecimento da matéria, ainda mesmo que a vida orgânica não se tenha extinguido aos olhos dos homens. A ciência humana, por enquanto, é incapaz de comprovar os primeiros efeitos e indícios da decomposição; entretanto, eles existem. Portanto, com relação ao filho da viúva de Naim, como também em relação a Lázaro, à filha de Jairo e a todos os outros “mortos” (aos olhos humanos, bem entendido) não se havia quebrado o laço que une o Espírito ao corpo. A MORTE, POIS, ERA APENAS APARENTE, MAS FOI CONSIDERADA REAL PELOS HOMENS. Que aconteceu, então, em Espírito e Verdade? Jesus chamou o prisioneiro que se afastara do seu cárcere carnal e ele, submisso à ordem do Cristo, voltou imediatamente. NÃO TEM OUTRA CAUSA OS FATOS DESTA NATUREZA, REFERIDOS TANTO NO VELHO QUANTO NO NOVO TESTAMENTO DA BÍBLIA SAGRADA. Acabamos de dizer, falando do filho da viúva de Naim, que o Espírito voltou, incontinente, à sua prisão carnal. Para que ocorressem todos os fatos que se haviam de produzir pela ação de Jesus, deixando nos Evangelhos traços e lembranças entre os homens, os Espíritos que – por pertencerem ao GRUPO DOS PARTICIPANTES DA OBRA DO MESTRE – deviam concorrer para a produção desses fatos, se colocavam voluntariamente, nas condições precisas, ao longo do caminho que ele percorria e desempenhavam, assim, a missão que trouxeram quando encarnaram. O fato ocorrido com o filho da viúva de Naim (como os que se deram com Lázaro e com a filha de Jairo) estava no número daqueles. O Espírito da viúva, portanto, obedecia com submissão e devotamento à potente vontade de Jesus. O ESTADO REAL EM QUE SE ENCONTRAVA O JOVEM ERA O DE CATALEPSIA COMPLETA, ÚNICO ESTADO SINCOPAL QUE PODE APRESENTAR POR LONGO TEMPO AS APARÊNCIAS DA MORTE, DE MODO A SER CONSIDERADO MORTE REAL.
"A IGREJA DO CRISTO"
“Em verdade vos digo que em Israel não encontrei tão grande fé”
(Espírito da Verdade - Alziro Zarur)

Estas palavras encerravam profundo ensinamento, visando a destruir, no espírito dos judeus, A IDÉIA DE QUE SÓ ELES ERAM FILHOS DE DEUS E TINHAM DIREITO AS GRAÇAS DIVINAS. Dessa forma, Jesus lhes ensinava que, seja qual for o homem, venha de onde vier, SE TIVER FÉ (OU MERECIMENTO), É VERDADEIRAMENTE FILHO DE DEUS. E mais: que, ao contrário, os que pertenciam à grande família judaica, acreditando-se privilegiados, seriam repelidos se não seguissem o caminho que o Senhor traçou e Moisés lhes havia mostrado, chamando-os à prática do amor a Deus e do amor ao próximo. O mesmo ensino podeis aplicar à Igreja de Roma, que repele quem não curva a cabeça ao jugo da sua lei. Habituou-se à grandeza e às honras humanas, servindo mais a Mamon que ao próprio Deus. Cheia de orgulho, persegue impiedosamente os que tentam abrir-lhe os olhos, porque se julga a Igreja de Jesus. Mas a Igreja do Cristo tem por templo o vosso planeta; por fiéis todos os Homens de Boa Vontade que vivem o Novo Mandamento; por sacerdotes todos os corações puros, que arrebanham os Espíritos transviados para os reconduzir ao BOM PASTOR DO ÚNICO REBANHO. Lembrai-vos destas outras palavras de Jesus, no versículo 12 de Mateus: “Os filhos do reino serão lançados nas trevas exteriores, onde há pranto e ranger de dentes”. Os que receberam a Palavra de Deus, e dela não fizeram o uso que deviam fazer, serão expurgados da Terra: tardiamente compreenderão o erro em que caíram. QUANTOS JÁ HOUVE NO PASSADO, E, QUANTOS HÁ NO PRESENTE, QUE CHORAM AS FALTAS COMETIDAS! ELES SE ACREDITAVAM SALVOS, PELA SIMPLES RAZÃO DE SE JULGAREM COM O DIREITO DE ABSOLVER OU CONDENAR AS ALMAS. É que foram pesados na mesma balança em que pesaram os outros. Quanto às palavras “pranto e ranger de dentes”, sabeis que se referem, alegoricamente, aos sofrimentos e torturas morais, às expiações que – visando exclusivamente ao seu aperfeiçoamento moral – o Espírito tem de sofrer na erraticidade, de modo proporcional e apropriado às faltas e crimes que cometeu. Evidentemente, falando-se de sofrimentos, sempre se devem entender OS SOFRIMENTOS MORAIS DO ESPÍRITO CULPADO E ARREPENDIDO, INEVITAVELMENTE SEGUIDOS DA REENCARNAÇÃO.



"ALOPATIA & HOMEOPATIA"
(Espírito da Verdade - Alziro Zarur)

Todos os sistemas médicos terão de se unir PARA FORMAR UM ÚNICO, o qual se aliará ao magnetismo humano e ao sonambulismo magnético, prestando-se os três mútuo apoio, constituindo o arsenal onde o homem irá buscar suas armas para combater a doença e restituir a saúde a seus irmãos. O princípio dos contrários, o princípio dos semelhantes, o magnetismo humano e o sonambulismo magnético são do domínio das Leis da Natureza. Compete ao homem saber, depois de estudos teóricos e experimentais, O CASO EM QUE DEVE EMPREGAR ESTE OU AQUELE MEIO. A esses estudos é que tem de se aplicar para restabelecer, no organismo, o equilíbrio desfeito e a harmonia das forças vitais, quando perturbada: REMONTE ELE A ORIGEM DO MAL; SOBRETUDO, PROCURE SEMPRE A CAUSA MORAL EM TODAS AS DORES FÍSICAS. Nos inúmeros males, que afligem a Humanidade, pesquisai bem o fundo das consciências e dos corações, e encontrareis a raiz dessa árvore que se estende por todos os membros. A alma e o coração quase sempre estão atacados: daí A PERTUBAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO, FONTE DE TODAS AS ENFERMIDADES E DE TODOS OS SOFRIMENTOS. Perscrutai os antecedentes do que sofre e, muitas vezes, descobrireis o remorso oculto de uma ação má, um acontecimento que interessou a saúde, viciando o sangue que devia circular puro nas veias. Médicos, isto é, todos vós que vos consagrais a aliviar os males de vossos irmãos, sede clarividentes: não apliqueis o remédio na chaga do enfermo à guisa da criança que “medica” um boneco!
"CIÊNCIA E EVANGELHO"
(Espírito da Verdade - Alziro Zarur)

ATÉ QUE SE ULTIME A DEPURAÇÃO MORAL E, COMO CONSEQÜÊNCIA, A DEPURAÇÃO FÍSICA DO HOMEM, A AÇÃO MAGNÉTICA HUMANA NÃO BASTARÁ POR SI SÓ, A MAIOR PARTE DAS VEZES, PARA A CURA DAS ENFERMIDADES. Na maioria dos casos essencialmente físicos, ou orgânicos, serão necessários o auxílio e o concurso tanto da ciência médica quanto do sonambulismo magnético, das propriedades curativas já conhecidas e das que virão a ser descobertas, nas substâncias minerais, vegetais e animais. Ficai sabendo: os auxílios estranhos aos fluidos magnéticos podem servir, combinando-se com estes. Há simpatia entre as plantas que curam e os fluidos que, para esse fim, se assimilam. Aquelas se saturam destes fluidos e os levam ao organismo! Atraindo-os em seguida, por meio do magnetismo humano, obtereis duplo resultado. Eis por que os sonâmbulos realmente lúcidos, livres (pelo desprendimento magnético) de quaisquer influências, se mostram aptos a escolher as plantas curativas. NÃO DESPREZEIS NENHUM DOS MEIOS QUE O SENHOR VOS CONFIOU PARA ATINGIRDES O FIM: a medicina não deve ser um sistema, e sim um meio de restabelecer no organismo o equilíbrio desfeito, de restaurar (quando perturbada) a harmonia das forças vitais. E os homens quaisquer que sejam, que se consagram ao tratamento físico da Humanidade, devem entregar-se a profundos e perseverantes estudos, teóricos e experimentais, VALENDO-SE DA CIÊNCIA MÉDICA, destinada a progredir sempre; do magnetismo humano e do sonambulismo magnético, lançando mão de todos os meios e recursos que tais estudos necessariamente facultam, recursos e meios tirados – pela observação e pela experimentação – das propriedades curativas das substâncias minerais, vegetais e animais (sobretudo dos vegetais); e, ao mesmo tempo, dos fluidos de que se acha carregada a atmosfera que vos cerca. Já dissemos e agora repetimos: ATÉ QUE SE COMPLETE A PURIFICAÇÃO MORAL (E, POR CONSEGUINTE, A PURIFICAÇÃO FÍSICA) DO HOMEM, A AÇÃO MAGNÉTICA HUMANA NÃO BASTARÁ POR SI SÓ, NA MAIORIA DOS CASOS, PARA A CURA DAS ENFERMIDADES FÍSICAS OU ORGÂNICAS. Haverá, porém, casos excepcionais, em que Deus permitirá ao homem adiantar-se; em que um privilegiado (privilegiado em virtude da elevação e pureza alcançadas) com o auxílio oculto dos Espíritos Superiores, produzirá – por ato de sua vontade e pela ação magnética – fenômenos de cura julgada impossível, fenômenos de cura dos que se chamam MILAGRES!
"RELIGIÃO x CIÊNCIA"
(Espírito da Verdade - Alziro Zarur)

A grande lição é esta: TENDE FÉ, PORQUE PARA DEUS NÃO HÁ DIFERENÇA ENTRE SUAS CRIATURAS, sejam quais forem as leis a que estejam submetidas. São seus filhos TODOS OS HOMENS DE BOA VONTADE, sem qualquer discriminação religiosa. Ide, pois, a Ele com absoluta confiança, qualquer que seja o humano jugo que suporteis. Ide, e Ele vos aliviará. Mostrai-lhe vossas angústias, vossos sofrimentos, vossas misérias, e Ele vos curará. É o exemplo do centurião, educado no paganismo! Quanto a cura do servo, JESUS A OPEROU PELO MESMO PRINCÍPIO DE SEMPRE: O MAGNETISMO. Todos os fatos de curas materiais, qualificados de milagrosos ou sobrenaturais, emanam da mesma fonte. A paralisia é um resfriamento dos fluidos animalizados que circulam no organismo humano. A vontade poderosa do Cristo mudou esses fluidos, revitalizando-os. Assim como a pilha galvânica pode, momentaneamente, dar movimento aos músculos e aos nervos de um cadáver, também a concentração, por efeito magnético, de certos fluidos espalhados na atmosfera, pode operar sobre o organismo vivo um abalo violento, capaz de regenera-lo. NA FORÇA DAQUELE QUE, PELA AÇÃO EXCLUSIVA DA SUA VONTADE, OBTINHA TAIS EFEITOS É QUE O HOMEM PODERIA VER UM MILAGRE; MAS A EXPLICAÇÃO FAZ VER QUE ESSA FORÇA É NATURAL. Do mesmo modo que juncou o solo, que pisais, de benéficas plantas, cujas propriedades curativas ainda não conheceis inteiramente, o Senhor também carregou a atmosfera, que vos envolve, de propriedades regeneradoras, purificadoras e revitalizantes, que nem sempre percebeis e para a maioria ainda são letra morta. Para vos servirdes delas eficazmente, tendes de fazer os estudos necessários: ESTUDOS ESPIRITUAIS, OS ÚNICOS QUE VOS PODEM ELEVAR A ALTURA DA CIÊNCIA UNIVERSAL. Sim, religião e ciência se completam, formando a verdadeira política ainda ignorada pelos homens.



"COMO VENCER A LEPRA"
(Espírito da Verdade - Alziro Zarur)

Repetimos: quanto mais o homem se aproximar da vida espiritual, pelo conhecimento do Evangelho e do Apocalipse de Jesus, tanto mais se purificará, tanto mais se porá em relação com os fluidos magnéticos que o cercam, TANTO MAIS OS DOMINARÁ E PODERÁ EMPREGAR COMO MEIOS CURATIVOS. A depuração do homem, no físico e no moral, há de se operar mediante uma REVOLUÇÃO LENTA E PROGRESSIVA, de modo (por assim dizer) insensível àqueles que a testemunharem; MAS A REVOLUÇÃO MORAL TERÁ DE PRECEDER DE MUITO A REVOLUÇÃO FÍSICA. Afinal, que fazem os médicos para chegarem a purificar a pele de um leproso? Tratam da massa do sangue, procurando despojá-la de tudo o que a corrompe. O mesmo trabalho nos cabe: ANTES QUE O VOSSO ORGANISMO MATERIAL SE TORNE DE NATUREZA ELEVADA, TEMOS DE LIMPAR A FONTE DAS VOSSAS IMPUREZAS, QUE CONSTITUEM A LEPRA MORAL. O corpo ainda mantém cativa a alma. Entretanto, está próximo o tempo em que vossas almas se libertarão, elevando-se às regiões dos fluidos mais puros e mais poderosos.
A LEPRA DA ALMA
(Espírito da Verdade - Alziro Zarur)

Jesus conhecia e recompensava a fé, mas também sabia não serem chegados os tempos de publicar abertamente as graças que prodigalizava. AINDA HOJE ASSIM É: O SENHOR VOS CONCEDE O SEU APOIO E SE DIGNA DE CURAR A LEPRA DE VOSSAS ALMAS; MAS NEM TODOS SE ACHAM EM ESTADO DE COMPREENDER A GRAÇA QUE RECEBEM. Eis por que dizemos: procedei com prudência. Na indiscrição e na desobediência do leproso tendes um sinal de que os benefícios do Senhor serão conhecidos, façam o que fizeram as forças contrarias. A cura instantânea daquele homem (efeito da vontade poderosa de Jesus e do seu domínio sobre os fluidos apropriados) se operou pela CONCENTRAÇÃO MAGNÉTICA DESSES FLUIDOS. O magnetismo humano pode operar curas que ainda não compreendeis. Quanto mais o homem se aproxima da vida espiritual, mais se depura, mais em relação se põe com os fluidos que o cercam, E TANTO MAIS FACILMENTE OS DOMINA E EMPREGA COMO MEIOS CURATIVOS. Ainda não sabeis o que pode o homem com o magnetismo e, sobretudo, O QUE PODERÁ DAQUI A ALGUM TEMPO. A cura instantânea do leproso não foi, portanto, mais que um fato natural, mais do que uma concentração dos fluidos de que Jesus podia dispor e que, PENETRANDO A PELE DO DOENTE, DEVORARAM, ANIQUILARAM AS MATÉRIAS IMPURAS NELA CONTIDAS, IMPEDINDO FOSSEM INTERIORMENTE LANÇADAS NO ORGANISMO E NA CIRCULAÇÃO GERAL. Entendei, portanto: a purificação dos fluidos sanguíneos destruiu o princípio interno da lepra. O tecido da pele foi instantaneamente limpo e o enfermo se achou curado. Nisso consistiu aos olhos dos homens, o “milagre”, PELA RAZÃO DE QUE AO HOMEM AINDA NÃO É POSSÍVEL CONSEGUIR SEMELHANTE EFEITO, EM VIRTUDE DA SUA IMPUREZA OU LEPRA MORAL. Quando, por essa forma, for capaz de produzir a cura física, sua cura moral estará realizada. Com a prática permanente do Novo Mandamento, a submissão e a fé expulsarão de vossas almas as influências impuras que as corroem, tornando-as LIMPAS AOS OLHOS DE DEUS.